“Memória do passado é herança a agradecer, a conservar e a valorizar”

domingo, 5 de junho de 2011

Igreja Matriz


A primeira Capela foi construída em 1860, e benzida pelo Pe. Inácio de Almeida Faria e Souza, vigário da Lapa, zelada por José de Sá Ribas e Gertrudes Ferreira.
A segunda Capela foi construída em 1896 e benta pelo Pe Franscisco da Costa Pinto.
A terceira igreja teve o final de sua construção em 1916.
Em 2 de maio de 1941 tornou-se paróquia.
A igreja atual teve seu início de construção com a benção da pedra fundamental, pelo arcebispo Dom Ático Euzébio da Rocha em 02 de Maio de 1948 , tendo como vigario Pe Franscisco Starzynski.


Padres que atuaram em Quitandinha:
Pe Franscisco Starzynski - 13 anos
Pe Alberto Rogachewski - 1 ano e 11 meses
Pe Antonio Peterecki - 5 anos
Pe Miguél José Mickosz - 23 anos
Pe Aleixo Wardzynski de Souza - 3 meses
Pe Aleixo Kochinski  - 25 anos
Pe Lauro Kovalczyk - Atual
Pe Mario Kovalczyk - Atual




Após a fundação da  Paróquia Sr Bom Jesus da Cana Verde tivemos

1º Batizado; Em 29 de junho de 1941, foi batizada Leonora Lesnióvski,   
                filha de Pedro e Joana  Lesnióvski. Foram padrinhos o    
      Sr Antonio Mazur e Sra Floriana  Lesnióvski.

1º Casamento: Em 02 de Junho de 1941, receberam as bençãos do 
                                matrimonio o Sr Antonio Cardoso da Cruz e Sra  Antonia Fernandes da Silva.

* * * * * * *

1º Vigário de Quitandinha
  
Padre Francisco Starzybski.primeiro Vigário, de Quitandinha.
 Nasceu em Araucária, em 19 de dezembro de 1936, Starzybski morreu de enfarte cardíaco em 1972.
Seu primeiro apostolado aconteceu como Vigário coadjutor de Campo Largo, em 1937. De 1938 a 1941 foi Vigário coadjutor de Araucária. De 1941 a 1954 foi Vigário da Paróquia do Senhor Bom Jesus de Areia Branca, hoje Quitandinha. De 1954 a 1972 foi Vigário da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus de Água Verde, em Curitiba.
Starzybski chegou a ser promovido como Monsenhor, mas não chegou a usar as vestimentas do novo cargo. João Santana, , em visita aos familiares naquela época, ganhou de presente a indumentária do amigo e conselheiro espiritual, do qual foi coroinha por 13 anos.
Atualmente a vestimenta do Monsenhor se encontra em exposição no Museu de Quitandinha.


*****


Um comentário:

  1. Queridos amigos, em sua página de ter publicado a foto do padre Antonio Páterek que trabalhou em Quitandinha em 1955 - 1959. No 9.8.1959nehode transporte lesionou-se e tiveram que amputar ambas as pernas. Atualmente ele está escrevendo sua biografia. Você pode me ajudar com informações sobre o seu funcionamento em Quitandinha, bem como o próprio acidente em 1959/08/09.
    Stefan Paterek, Ruzomberok, Eslováquia, stefan.paterek68@gmail.com

    ResponderExcluir